Jovem fica com sequelas graves após vender rim para comprar iPhone e iPad

Um jovem chinês ficou com sequelas graves após vender o próprio rim para comprar um iPhone e iPad. As informações são do IFeng, da Phoenix Television, uma rede de televisão de Hong Kong, na China.
De acordo com a publicação, o jovem, identificado apenas como Wang, negociou o órgão pela internet e passou pelo procedimento em uma clínica clandestina em 2011, quando ele tinha apenas 17 anos. À época, segundo a imprensa local, ele queria ter os aparelhos para ser popular.
Morador da província de Anhui (uma das mais pobres do país), o jovem viajou para outra região, onde teve o rim retirado por dois supostos cirurgiões e recebeu o equivalente a R$ 11 mil – pouco mais de 10% do valor pelo qual o órgão foi vendido, segundo apontou uma investigação na época.
Com o montante, Wang adquiriu um iPhone 4 e um iPad 2, e então voltou para casa. A mãe dele só descobriu a situação após ver o filho com os eletrônicos e questionar como ele conseguiu dinheiro para comprá-los. O jovem contou a história, a mãe chamou a polícia.
Após a operação clandestina, a saúde do jovem deteriorou-se e ele passou a sofrer de insuficiência renal. Hoje, aos 25 anos, ele está deficiente, acamado e precisa de cuidados constantes.
O caso repercutiu no país, o que levou à prisão e condenação dos cinco envolvidos – que pegaram entre três a cinco anos de sentença. A família do jovem recebeu indenização no valor aproximado de R$ 793 mil.
Fonte: Rede TV